• Franciscanos do RS

IMPRESSÃO DAS CHAGAS DE NOSSO PAI SÃO FRANCISCO

A PAIXÃO DE CRISTO SE ATUALIZA EM SÃO FRANCISCO DE ASSIS.


O amor de Francisco por Cristo foi tão profundo que transformou a sua mente, o seu espírito e o próprio corpo no Amado. O “Amor que não é amado”, encontrou na vida de Francisco um amante. A “impressão” das chagas de Jesus Cristo, no corpo de São Francisco, aconteceu no ano de 1224 no Monte Alverne, numa das contemplações profundas que fazia. O Papa Bento XI concedeu que todos os anos no dia 17 de setembro se celebrasse tão grande prodígio.

Sabemos por inúmeros testemunhos escritos que o Santo de Assis sempre cultivou uma especial devoção com o Cristo crucificado. Lembramos o que aconteceu no início da sua conversão, quando Francisco questionou o Senhor em São Damião: “O que queres que eu faça?” A resposta foi está: “Vai e restaura Minha casa que, como vês, está toda destruída” (1Cel10). Podemos perceber uma afinidade entre a experiência do ressuscitado e a vida de São Francisco.