• Franciscanos do RS

SÃO FRANCISCO DE ASSIS E O CUIDADO COM A CRIAÇÃO


São Francisco é admirado por sua humildade, pela atenção que dedicava aos mais pobres e pela paz interior que tanto buscava. Mas hoje, é importante ressaltar o cuidado que Francisco de Assis sempre teve com a criação. Inspirado no seu cântico, o Papa Francisco escreveu uma Encíclica sobre a urgente necessidade de cuidar de nossa casa comum. “Laudato Si, mi `Signore”– Louvado sejas, meu Senhor, era como cantava São Francisco de Assis, e nos recordava que a nossa casa comum pode se comparar com uma boa mãe, que nos acolhe em seus braços.

Mas hoje, esta mãe clama contra o mal que lhe provocamos por causa do uso irresponsável e do abuso dos bens que Deus nela colocou. Crescemos achando que éramos seus proprietários e dominadores, autorizados a saqueá-la. A violência, que está no coração humano ferido pelo pecado, vislumbra-se nos sintomas de doença que notamos no solo, na água, no ar e nos seres vivos. Esquecemos que nós mesmos somos terra. Que o nosso corpo é constituído pelos elementos do planeta: o seu ar nos permite respirar e a sua água nos restaura.

São Francisco de Assis é o exemplo por excelência do cuidado pelo que é frágil e por uma ecologia integral, vivida com alegria e autenticidade. É o Santo Padroeiro de todos os que estudam e trabalham no campo da ecologia, amado também por muitos que não são cristãos. Manifestou uma atenção particular pela criação de Deus e pelos mais pobres e abandonados. Amava e era amado por sua alegria, a sua dedicação generosa, o seu coração universal. Era um místico e um peregrino que vivia com simplicidade e em harmonia com Deus, com os outros, com a natureza e consigo mesmo. O seu testemunho nos mostra também que uma ecologia integral requer abertura para categorias que transcendem a linguagem das ciê