• freifranklinofm

Dia Internacional da Mãe Terra: 22 de abril

Dia 22 de abril comemoramos o Dia Internacional da Mãe Terra. É uma data muito importante para que possamos refletir a respeito de nosso comportamento frente ao

meio ambiente e como nossas ações impactam positiva ou negativamente na vida no nosso planeta, além de ser um momento para cobrarmos medidas mais eficientes de preservação da natureza, tanto dos nossos governantes quanto de nossas próprias atitudes.


O Dia da Mãe Terra foi criado, em 1970, pelo então senador americano Gaylord Nelson. Naquela data, o senador convocou um grande protesto, nos Estados Unidos, que tinha como pauta a poluição. O evento foi um grande sucesso e contou com cerca de 20 milhões de pessoas preocupadas com os impactos negativos que o ser humano provoca no meio ambiente. Aos poucos a data foi se consolidando ao redor do planeta, sendo comemorada em diversos países e com um tema diferente a cada ano – em 2021 será “Restaurar Nossa Terra, Nossa Casa”.


A importância do Dia da Mãe Terra


Infelizmente, devido às nossas ações, o ser humano é responsável pela poluição de diversos ambientes (geração de chuva ácida, entre outros), destruição de habitat de muitas espécies, aumento no aquecimento global e consequente derretimento acelerado dos pólos com aumento do nível do mar, etc.

Nosso planeta já passou por diversos eventos de extinção em massa, como a extinção dos dinossauros, porém, todos foram devido a causas naturais, e hoje, presenciamos uma extinção considerada por muitos cientistas, de grande escala, provocada pelo homem – somos peças-chave nas mudanças climáticas e consequente diminuição de indivíduos de diversas espécies.

Assim, a importância desta data se dá pela reflexão do que devemos fazer, de tudo o que está ocorrendo e como podemos ajudar, como indivíduo e sociedade, para evitar danos piores e recuperarmos, dentro do possível, o que perdemos. É o momento ideal para repensarmos nossas atitudes, como estamos tratando este maravilhoso planeta que Deus nos proporciona, com tantas belezas, tanta natureza e Suas criaturas? É fundamental que trabalhemos durante todos os dias do ano para que assim, possamos manter nossa Mãe Terra, o mais saudável possível.


E o que posso fazer para ajudar?


Felizmente, existem muitas ações para ajudar na contenção do crescimento desses danos, mas não podemos esquecer que, individualmente, podemos também fazer nossa parte:

- Primeiramente, é fundamental ensinarmos para nossas crianças a importância de

preservar a natureza.

- Economizar energia: não deixe as luzes acesas onde não há pessoas e opte por lâmpadas de LED.

- Economize água, diminuindo o tempo de banho; reaproveite a água da máquina de lavar ou do ar condicionado para lavar calçadas, por exemplo; mantenha a torneira fechada enquanto escova-se os dentes; capte água da chuva.

- Separe seu lixo em reciclável e orgânico; procure descartar o óleo, pilhas e lâmpadas em locais apropriados, não polua a terra.

- Reduza o consumo de plástico – uma dica é comprar embalagens maiores e não várias pequenas, de refrigerantes, sucos ou água, por exemplo.

- Utilize menos o carro.

- Evite comprar coisas que não são necessárias, ou ficar trocando aparelhos eletrônicos a todo momento.

- Ensine outras pessoas como preservar o meio ambiente, com carinho e paciência.


Dicas finais:


Importante: por mais que haja reciclagem, não é recomendável ficarmos usando itens e colocarmos fora, já que será reciclado – a reciclagem demanda processos químicos que também poluem o meio ambiente, principalmente o papel. Nem tudo o que é reciclado simplesmente é feito de maneira simples. Precisamos poupar e, de preferência, reaproveitar o que for possível dos utensílios antes de jogá-los fora. Por exemplo, sacos plásticos de frutas, pães etc: se estão limpos, use-os mais uma, duas ou quantas vezes puder antes de colocá-lo fora.

E, falando em sacos plásticos, evite verdadeiramente jogá-los no lixo comum – sacos transparentes são extremamente perigosos quando chegam ao mar, pois animais como as tartarugas, que se alimentam de águas-vivas (Cnidários, conhecidas também como mães-d’água), as confundem com sacos plásticos e morrem sufocadas. Outro material a ser evitado, que pode provocar danos na respiração, são os canudinhos plásticos.


Ajudando a salvar nossa Casa Comum: o planeta, ajudamos a vida nele, a vida que Nosso Senhor criou e este lindo local onde Ele fez para vivermos, junto com nossa mãe Natureza, nossos irmãos animaizinhos, plantas e tudo o que nele há.


Mariana de Lima Coltro

Bióloga Franciscana

marianasony@gmail.com




217 visualizações0 comentário